Senac

Departamento Nacional

26/11/2018

Dia de Vitória

Competições Senac de Educação Profissional 2018O encerramento da segunda edição das Competições Senac de Educação Profissional 2018 não podia ter sede mais adequada do que a capital capixaba. Para os 43 alunos do Senac de 20 estados, o último 23 de novembro foi, de fato, um dia de vitória. O Hotel-escola Senac Ilha do Boi, que nos quatro dias anteriores havia sido palco das provas das ocupações Cabeleireiro, Cozinha, Cuidados de Saúde e Apoio Social, Estética e Bem-estar, Serviço de Restaurante e Florista, também abrigou a cerimônia de encerramento das competições.

Durante o evento, foram conhecidos os campeões de cada modalidade. “Todos, aqui, já são vitoriosos. Vocês tiveram momentos de integração e superação que serão levados para o resto de suas vidas”, disse, emocionado, Dionísio Cortelletti, diretor do Senac no Espírito Santo.

Em Cozinha, Rio Grande do Sul manteve a tradição e conquistou o primeiro lugar do pódio com a competidora Sofia Lerner. Manuelle Novaski, de Santa Catarina, e Laíse Lopes, do Rio de Janeiro, ficaram com as medalhas de prata e bronze, respectivamente.

Rio Grande do Sul também foi ouro em Cabeleireiro, com Bruna Rúpolo, seguido de Sergipe, que, com a competidora Marcela Santos, conquistou a prata. O terceiro lugar ficou com Lorenna da Silva, do Rio de Janeiro.

Em Cuidados de Saúde e Apoio Social, o lugar mais alto do pódio foi de Minas Gerais, estado da aluna Miriam de Paula. A gaúcha Daniela Borges ganhou medalha de prata e a catarinense Jaqueline Gonçalves a de bronze. Na ocupação de Estética e Bem-estar, os anfitriões capixabas venceram pela primeira vez, graças ao excelente desempenho da aluna Larissa Natalli. No pódio, com ela, subiram Isadora Pereira, de Santa Catarina, e Veridiana Tironi, do Rio Grande do Sul.

A última ocupação a conhecer seus vencedores foi Serviço de Restaurante. Leonardo Linhares, do Rio Grande do Sul, e Apolo Rabelo, do Maranhão, empataram e garantiram o bronze a seus estados. Gustavo Felipe, do Rio Grande do Norte, ficou com a prata na ocupação, que teve a Bahia, do competidor Lucas Teixeira, como a grande vencedora.

Os dois mais bem colocados em cada ocupação começam agora uma jornada de intensos treinamentos até março de 2019, quando uma seletiva vai definir qual deles seguirá para representar o Brasil na WorldSkills 2019, na Rússia. “Com esta segunda edição das Competições Senac, alcançamos um novo patamar. Criamos um novo padrão e vamos aprimorá-lo ainda mais daqui pra frente”, finalizou Anna Beatriz Waehneldt, diretora de Educação Profissional do Departamento Nacional do Senac.

Fotos: Rocio Fotografia

Leia outras notícias sobre as Competições Senac de Educação Profissional 

Florista, profissão promissora que embelezou as Competições Senac
Desafios reais das profissões dão o tom das Competições Senac

Ex-alunos brilham nas Competições Senac

Competições Senac: começam as provas
Dia de ambientação nas Competições Senac

Competições Senac: delegações chegam a Vitória

Ver todas +